sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Bispo chama cientista para realizar exorcismo

Bispo chama cientista para realizar exorcismo

A curiosa união de ciência em fé chamou atenção da imprensa

Bispo chama cientista para realizar exorcismo 
  Bispo chama cientista para realizar exorcismo
Na Argentina, o nome de Manuel Acuña é conhecido por sua longa experiência com exorcismos. Ele afirma ter enfrentado demônios mais de 1200 vezes nos 15 anos que desempenha esse ministério.
Autor de livros sobre o assunto e denominando a si mesmo demonologista, Acuña, 53 anos, pertence a um ramo independente da igreja luterana. Ele afirma estar acostumado com “pessoas possuídas” e “casas mal-assombradas”.

Uma residência que fica na pequena cidade de Castelar, próxima a Buenos Aires, estava enfrentando aparições de sombras luminosas. Os donos da casa dizem que tudo começou quando seu filho pequeno passou a desenhar cruzes nos mais diversos cantos da casa. O menino dizia coisas estranhas e afirmava ver espíritos.
Após procurar ajuda de um padre local, que não resolveu os problemas da família, eles pensaram em mudar-se. Um conhecido sugeriu que eles procurassem Acuña. Para sua surpresa, depois de uma primeira inspeção, o bispo chamou um especialista em campos eletromagnéticos para ajudá-lo. Em sua equipe, o bispo argentino já conta com médicos e psicólogos.
O uruguaio Gustavo Farias fez leituras de variação eletromagnética no local. Ele confirmou que havia uma espécie de ‘energia estranha’ no local, que se mexia junto com a atmosfera. O bispo realizou o ritual de exorcismo que está acostumado, juntamente com outros pastores e colaboradores. Após cerca de uma hora declarou que a casa estava ‘limpa’.
A curiosa união de ciência em fé chamou atenção da imprensa local e logo foi parar em vários jornais.
“Já fiz muitas coisas dentro do meu campo de trabalho, algumas que pessoas podem até considerar estranhas, mas nunca havia lidado com exorcismo antes. E é algo definitivamente interessante, para se dizer o mínimo”, explica Gustavo, que afirma estar disposto a trabalhar ao lado do bispo em outras oportunidades. Com informações Cronica